Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Histórias de Projetos

O que você sabe sobre a redução da maioridade penal? Conheça a websérie “O Filho dos Outros”!

ofilhodosoutros3

Afinal, por que a votação da redução da maioridade penal ganhou força neste ano? O que já se discutiu sobre seus efeitos no Brasil? O que levou países como Espanha e Alemanha, que reduziram a maioridade penal, a voltar atrás? Essas foram algumas das perguntas que alguns amigos que trabalham com comunicação se fizeram no dia 31 de março deste ano, quando a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara aprovou o PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos no Brasil.

Com essa decisão, a redução poderia ser votada no plenário e entrar em vigor (a PEC foi aprovada na Câmara e vai agora para o Senado). Quando o grupo procurou material para sanar essa dúvidas, o resultado foi assustador: não havia quase nada sobre o tema na internet. A solução? Se organizar para investigar a pauta. Assim nasce a websérie O Filho dos Outros, que está em processo de arrecadação no Catarse (colabore!).

O objetivo não é defender nem atacar a redução, mas ampliar o debate. “A gente se propôs a investigar e aprender sobre o tema. Tentamos dar voz às pessoas que têm estudado o assunto há bastante tempo”, explica a jornalista Marina D’Aquino, 27. O grupo não está ouvindo apenas especialistas – como o jornalista policial Bruno Paes Manso e a psicanalista Maria Rita Kehl –, mas também pessoas comuns. Em uma das manifestações contra o governo, no dia 15 de março, escutaram diferentes opiniões sobre o assunto. “Percebemos que a redução não é uma pauta necessariamente da direita. Conversamos com muita gente que estava ali e que era contra. Claro, teve também um cara que falou que criança é só de 9 anos para baixo”, conta.

Ari Friedenbach, pai de Liana Friedenbach, assassinada aos 16 anos por um criminoso da mesma idade

Um dos entrevistados, Ari Friedenbach, pai de Liana Friedenbach, assassinada aos 16 anos por um criminoso da mesma idade,

Inicialmente, a proposta era realizar um pequeno documentário. Ao constatar a complexidade do tema, o grupo resolveu apostar em uma websérie: “Cada episódio trata de um assunto especifico. Falamos, por exemplo, sobre o historico da PEC, de como a pauta ganhou força através com a mídia e os programas policiais, sobre a Fundação Casa, o tráfico de drogas, das experiências em outros países”, explica a jornalista.

Em visita à Fundação Casa, o grupo teve um encontro marcante com um interno. “Ele se aproximou e me perguntou se já tinha lido ‘Cem Anos de Solidão’, disse que sim. Aí ele perguntou se já tinha lido o ‘O Menino do Pijama listrado’, contei tinha que apenas assistido o filme. Ele falou que já tinha lido muitos livros. Pedimos para entrevistá-lo, mas ele só se soltou quando perguntamos se ele gostava de escrever. Ele disse que sim, e que se fosse escrever um livro escreveria sobre a própria história”

A história de vida do menor não era feliz. “Ele contou que era provavelmente filho de um estupro. Não conhece o pai. Foi abusado quando tinha 7 anos por um parente com quem a mãe deixou ele vivendo”, conta Marina. Mais tarde, o menino cantou uma canção do grupo Facção Central (veja vídeo acima).

Imagem produzida durante filmagens

Imagem produzida durante filmagens

Para que mais histórias como essa sejam conhecidas e possamos enriquecer o debate sobre a redução da maioridade, o grupo precisa arrecadar R$ 50 mil até o dia 2 de setembro (colabore!). Entre os já entrevistados, estão Juca Kfouri, Douglas Belchior, Maria Rita Kehl, Ariel Castro e Gabriel Feltran.