Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Geral / Novidades Catarse

Pagamento parcelado e reembolso automático: mais facilidade e menos burocracia no Catarse

IMG_8390

A partir da segunda-feira 10/11, o Catarse passa a ter um novo meio de pagamento que trará vantagens para todos os envolvidos no financiamento coletivo. As duas principais novidades são a possibilidade de parcelar a contribuição para um projeto e a automatização do reembolso caso a campanha não alcance a meta.

Para começar e entender o novo fluxo de caixa, vamos oferecer a possibilidade de parcelamento em até três vezes sem juros para os pagamentos de mais de R$ 100 para um projetoO pagamento pode ser realizado pelos cartões American Express, Visa, Mastercard, Elo, Diners.

Como explicamos nesse post, nesses quase quatro anos de Catarse o sistema de reembolso sempre foi uma pedra no sapato da plataforma por falta de boas opções no mercado. Por vezes, os usuários nos diziam que era fácil contribuir com um projeto, mas difícil de fazer o reembolso. A garantia da fácil e rápida devolução do dinheiro caso um projeto não alcance a meta é um ponto chave na confiança e na transparência do modelo. Isso não podia ficar assim.  A mudança no meio de pagamento inicia uma nova era de menos burocracia na plataforma.

 Até então, quem queria resgatar uma contribuição feita via boleto precisava criar uma conta no Moip, o Catarse solicitava o reembolso, e só aí ele podia sacar o dinheiro para a sua conta bancária. No novo fluxo, o usuário informa seus dados bancários no momento do pagamento para receber o reembolso do apoio automaticamente caso o projeto não seja financiado. Faremos o reembolso direto na conta bancária em até 10 dias úteis após o término da campanha. Nunca é demais reforçar que tudo isso será feito em ambiente totalmente seguro.

No caso de um pagamento feito por meio do cartão de crédito para um projeto não financiado, realizaremos o reembolso das transações em até cinco dias úteis depois do final da campanha. O apoiador vai receber o valor como crédito na fatura do cartão. Se já estiver fechada, o reembolso virá na do mês seguinte.

Os apoiadores que utilizam o cartão de crédito ganham outra facilidade bacana com o novo meio de pagamento. Para você nunca mais ter que digitar aquela numeralha toda na hora de apoiar um projeto, oferecemos também a possibilidade de salvar os dados do seu cartão de crédito no perfil do Catarse. Assim, é só escolher a recompensa de um projeto e realizar o pagamento de forma rápida, simples e segura.

A boa nova para os realizadores de projetos é a simplificação do repasse do dinheiro arrecadado na campanha. Não será mais preciso abrir uma conta no Moip, verificar, esperar a liberação etc. Caso o projeto seja bem-sucedido, a transferência será realizada direto na sua conta bancária em até 10 dias úteis.  

Como avisado aqui no Blog, a partir da segunda-feira dia 03/11 os projetos não financiados não gerarão mais créditos no sistema do Catarse. Todos os apoios recebidos por essas campanhas serão reembolsados. Assim não é mais possível transferir o valor para outro projeto.

Um esclarecimento importante é que esses novos fluxos e regras valem apenas para os projetos que entrarem a partir do dia 10/11 com o novo sistema de pagamento: o Pagar.me. As campanhas abertas antes disso seguem com as diretrizes dos antigos meios de pagamento, o Moip e o Paypal. Nos próximos dois meses, portanto, conviverão na plataforma projetos  com os dois sistemas, até que as campanhas dos meios antigos terminem.

Resumão!

A partir do dia 3/11:

- projetos não financiados não geram mais créditos (independentemente de quando entraram).

A partir do dia 10/11:

- todos os projetos entrarão pelo Pagar.me, novo meio de pagamento;

- não haverá a possibilidade de usar créditos em nenhum projeto;

- opção de pagamento parcelado em 3 vezes com 2% de juros ao mês para apoios de mais de R$ 100;

- opção de salvar os dados do cartão de crédito no perfil do Catarse;

-  Se o projeto não for financiado, reembolso do pagamento feito via cartão de crédito em até 5 dias úteis direto na fatura;

- Se o projeto não for financiado, reembolso do pagamento feito via boleto em até 10 dias úteis direto na conta bancária informada no momento do pagamento.

Os comentários estão abertos para suas críticas, dúvidas e sugestões ;)

Atualização: a partir do 12/12/2014 não há mais juros para os pagamentos parcelados.