Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Dicas de Campanha / Histórias de Projetos

Procura-se apoiadores. Recompensa-se bem!

Em pouco mais de um ano do Catarse, temos bem definido o tripé que sustenta o sucesso de um projeto: uma boa ideia, um bom vídeo de divulgação e boas recompensas!

Não trabalhamos com doações. Nosso modelo de financiamento coletivo estabelece uma contrapartida para cada faixa de quantia para financiar o projeto.

A sacada é oferecer recompensas que aproximem os apoiadores da obra e tenham valor simbólico inestimável. Outra possibilidade é ofertar contrapartidas que sejam de fato economicamente interessantes para os apoiadores, como serviços e produtos com os quais os autores dos projetos tenham familiaridade e facilidade de fornecer.

A partir disso, fizemos uma lista das melhores recompensas que já passaram pelo Catarse, para servir de inspiração aos novos realizadores.

catarse-calcinha-autografada-wando-fogo-ep-aixao

Se você é luz é raio, estrela e luar, mas nunca se dispôs a ficar como um ioiô na frente do palco do show do Wando para conseguir uma das calcinhas que ídolo atira à turba de fãs, o Bloco Brega Fogo e Paixão ofereceu uma chance única.

Uma peça íntima feminina autografada pelo cantor como recompensa a quem contribuísse com R$ 100 para pôr o bloco na rua neste Carnaval. Para os aficionados do brega, a quantia é considerada irrisória diante de tamanha relíquia. O bloco arrecadou R$ 10.355, ultrapassou em 15% a meta estabelecida e chegou ao primeiro lugar na parada catártica das melhores recompensas.

No próximo domingo, às 10h, no largo do São Francisco, no centro do Rio, Roupa Nova, Reginaldo Rossi, Rosana, Beto Barbosa, Sidney Magal e, é claro, Wando estão garantidos na trilha sonora do Carnaval carioca.

  catarse-financiamento-coletivo-maria-alice-vergueiro

É possível que o segundo lugar da nossa lista catártica de melhores recompensas seja uma das mais singelas e, ao mesmo tempo, uma das mais carregadas de significado.

Quanto vale um beijo? Para o homem em seu leito de morte após ser atropelado na peça “O Beijo no Asfalto”, de Nelson Rodrigues, o beijo que ele pede ao jovem Arandir é a sua redenção, seu último desejo. Para a princesa, o beijo no sapo valeu um príncipe. E o beijo da Pantera quanto vale?

No Catarse, saiu pela bagatela de R$ 10 como recompensa por ajudar o espetáculo As Três Velhas a estrear uma nova temporada em São Paulo. Um valor simbólico por um beijo da atriz Maria Alice Vergueiro, diretora da peça e a protagonista de um dos grandes sucessos da internet brasileira. O curta “Tapa na Pantera” tem quase 5 milhões de visualizações no youtube e apresentou à geração da internet a musa do teatro underground de São Paulo com mais de cinco décadas de carreira.

Cinco apoiadores deram a contribuição mínima em troca do beijo da pantera e ajudaram a peça levantar R$ 8.628 e ser financiada em novembro do ano passado.  

“Quando vi que a Maria Alice Vergueiro estava no Catarse, pensei que precisava apoiar nem que fosse com a quantia mínima de R$10. Sou amigo da Pantera e já recebi vários beijos dela, mas o de agradecimento ao apoio, em especial, ainda não fui buscar. Que ela continue distribuindo beijos pelos palcos a fora!” afirma Henrique Carvalhaes, um dos apoiadores.

catarse-financiamento-coletivo-4-ventos

Há contribuições que, pela representatividade dentro da meta do projeto, elevam o apoiador ao patamar de patrocinador. As recompensas aí normalmente são voltadas para empresas e para a exposição da marca. A expedição 4 ventos, porém, oferece uma experiência pessoal e leva o apoiador/patrocinador para dentro do projeto.

Com um apoio de R$ 5.000, quase 17% da meta de R$ 27.600 para que o projeto seja bem-sucedido, você pode fazer parte de uma perna da expedição de volta ao mundo que coletará e documentará a poluição por plástico nos oceanos. O maior dos trechos é de Galápagos até a Polinésia Francesa (cerca de 20 dias), e o menor é entre ilhas do Caribe (um dia).