Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Dicas de Campanha / Geral / Novidades Catarse

Envie as recompensas do seu crowdfunding sem sair de casa – Parceria Catarse & Mandaê

horizontal_blog

Se você já fez um crowdfunding ou conhece alguém que realizou uma campanha, deve saber que uma das partes mais trabalhosas e que requer grande cuidado na hora de elaborar seu orçamento é a entrega de recompensas. Pessoas de todo o Brasil apoiam projetos no Catarse, o que é ótimo. Projetos ultrapassam milhares de apoiadores, o que também é incrível – mas toda essa galera precisa receber suas recompensas, e dá um trabalhão fazer esse envio. É justamente para te poupar dessa tarefa que o Catarse e a Mandaê, empresa de logística, criaram uma parceria. Boa notícia: realizador Catarse ganha R$ 50 de desconto!

Como funciona?

1)Após o fim do projeto, você entra em contato com a Mandaê e fornece a lista de apoiadores com suas respectivas recompensas (que é gerada automaticamente ao final da campanha no Catarse).

2)A Mandaê faz um orçamento do envio. O preço é o mesmo dos Correios, com exceção de itens que podem ser enviados como impresso nacional (leia texto no blog sobre isso).

3)A Mandaê busca todo o material na sua casa. Não é necessário separar o que vai ser enviado para cada pessoa. Eles recolhem na sua casa, embalam, etiquetam e enviam por você. O serviço por enquanto está limitado a realizadores de São Paulo e Osasco, mas o envio é feito para todo o Brasil.

Ao final, o serviço acaba saindo mais barato do que se você fizer o envio por meio dos Correios: realizadores Catarse têm desconto de R$ 50 e o orçamento da Mandaê já inclui as embalagens.

Mais barato e prático do que fazer pelos Correios. Foi ótimo! (Ana Carolina Azeredo, que utilizou o serviço em campanha)

Ainda antes dessa parceria estar firmada, outros realizadores utilizaram o serviço da Mandaê. Foi o caso da produtora Ana Carolina Azeredo, responsável pela campanha de financiamento coletivo do músico Saulo Duarte. “À época, eles estavam oferecendo o serviço como teste, em versão beta. O preço era muito bom, o mesmo que se eu levasse nos Correios. Saiu até mais barato por causa das embalagens. Você fala o que precisa enviar, tira umas fotos e eles já passam o orçamento. Foi ótimo”.

A experiência também foi boa para os apoiadores do projeto, que, segundo a produtora, receberam todo o material sem problemas. Uma dica de Ana é na escolha de embalagens. Para o envio de CDs, ao invés de fazer em caixas, como a Mandaê pretendia fazer, ela indicou envelopes com plástico bolha, reduzindo os gastos. No FAQ da empresa, é possível saber que tipo de item pode ser enviado.

Leia também:

O envio de recompensas de projetos de crowdfunding