Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Geral / Novidades Catarse

Simplificação dos reembolsos e o fim dos créditos

spare_change_by_noflowerinmyhair-d4w9ss3

Até o final de 2014, vamos utilizar um novo sistema de pagamentos que vai facilitar a vida de todo mundo: apoiadores, realizadores e plataforma. A lógica a partir dali será simples: se o projeto não for financiado, todos os apoiadores serão reembolsados. Com isso, não haverá mais a opção de créditos no Catarse.

A primeira mudança da transição é que os projetos não financiados que finalizarem a captação a partir de 03/11 não gerarão mais créditos. Para os apoios via cartão de crédito, faremos o reembolso em até cinco dias úteis, que virá como crédito na próxima ou subsequente fatura do cartão em que foi feito o apoio. Para os apoios feitos via boleto, entraremos em contato para explicar o procedimento de reembolso. Assim que você realizar os procedimentos solicitados, o reembolso será efetuado em até cinco dias úteis.

A segunda mudança é que a partir de 10/11 não haverá mais a possibilidade de se apoiar um projeto usando créditos. Até lá, segue tudo normal. Depois dessa data, você não poderá mais utilizar o valor dos apoios que não alcançam e meta para apoiar outros projetos e entraremos em contato para realizar o reembolso. Achamos bacana você usar esse crédito para ajudar a fazer a diferença em outro projeto em que você acredita. São mais 200 campanhas abertas. Temos certeza que você vai gostar de uma. Ainda assim, se a partir do dia 10/11/2014 você ainda tiver créditos no Catarse, nós vamos procurá-lo para lhe devolver esse dinheiro. Mesmo que seja apenas um real.

Mas por que mudar?

Nesses quase quatro anos de Catarse, o que mais nos deixou de mãos atadas no nosso modelo foi o sistema de reembolso. Como devolver dinheiro quase nunca é uma abordagem que faz parte do grosso da operação de um negócio, as empresas que fornecem estrutura de pagamento não costumam ter uma boa solução para quem precisa realizar reembolsos sistematicamente como nós.

Para pagamentos via cartão, temos que, manualmente, acessar o sistema do parceiro de pagamento e realizar o reembolso, um por um. Para pagamentos via boleto, a complexidade é ainda maior, pois o apoiador precisa criar uma conta no Moip, o Catarse solicita para que a equipe de suporte do Moip realize o reembolso e só aí o apoiador pode sacar o dinheiro para a sua conta bancária. Dá preguiça só de pensar, não dá? Quem já teve que fazer isso sabe como é. Somos infinitamente gratos pela paciência de todos. :-)

A solução ideal, na verdade, para pagamentos com cartão seria só cobrar dos apoiadores caso o projeto seja bem-sucedido, fazendo apenas uma reserva do crédito até a data final da captação. Se o projeto não atingir a meta, o apoiador não seria cobrado. Infelizmente, as soluções de pagamento no Brasil hoje não comportam isso da maneira que precisamos , com prazo de até 60 dias que um projeto pode ficar no ar.

Dentro das possibilidades disponíveis, tentamos solucionar parte do problema dos reembolsos criando os créditos. Para um projeto não financiado, em vez de termos que fazer o reembolso, a pessoa poderia usar o valor para apoiar outro projeto. A solução nos pareceu boa e até teve bons números. Mais de 5.000 apoios no Catarse foram feito com os créditos, totalizando R$ 250 mil. O problema é que muita gente nunca usou os créditos, nem solicitou o reembolso, deixando o dinheiro em um “limbo” nas nossas mãos (dinheiro que não queremos pra nós, pois não é nosso). Como o Catarse tem crescido, o montante tem aumentado e isso não é saudável. Chegou a hora de mudar.

Acreditamos que o processo complexo que temos hoje afaste pessoas a voltarem a apoiar projetos. Assim, ao simplificá-lo, teremos mais apoiadores recorrentes. A mudança servirá também aos futuros realizadores em suas campanhas, pois será mais fácil e rápido para o apoiador receber o dinheiro de volta caso o projeto não seja financiado.

Fizemos um pequeno Perguntas e Respostas abaixo pra solucionar as principais dúvidas sobre a mudança :-)

Perguntas e Respostas

Era tão fácil apoiar com os créditos. Não tem mesmo como deixar essa opção?

Infelizmente não. Além do trabalho operacional relacionado a créditos, ter essa opção faz com que tenhamos um software muito mais complexo, o que o deixa menos sólido e mais suscetível a erros e problemas. Para facilitar na hora de fazer um novo apoio, porém, implementarremos a opção de salvar com segurança os dados do seu cartão de crédito no Catarse e não precisar digitá-los toda vez que for fazer um apoio.

Como será feito o reembolso de pagamentos que foram efetuados com boleto bancários?

Para apoios feitos para projetos que entrarem no ar no Catarse a partir de 10/11 pediremos os dados da conta bancária do apoiador antes de gerar o boleto. Se o projeto não for financiado, faremos um transferência bancária para essa conta.

Para os apoios feitos para projetos que entraram no ar antes de 10/11, continuamos com o mesmo processo através da criação de uma conta Moip pelo apoiador.

E se eu não tiver conta bancária?

Pela nossa experiência, essa é a minoria dos casos. Nessas situações, nossa equipe entrará em contato e realizaremos o reembolso nem que seja através de um pombo correio. :-)

Se tiverem críticas, dúvidas ou sugestões, é só comentar aqui.