Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Histórias de Projetos

Sobre cicatrizes e superação: a história do novo livro de Vanessa Bencz no Catarse

Faço palestras contra o bullying há cinco anos. Já fiz 800 palestras. Todas gratuitas. Sou mãe de quatro livros e o quinto livro está a caminho. Em 2014, lancei pelo Catarse a história em quadrinhos A Menina Distraída – o que foi uma campanha de financiamento coletivo muito emocionante e definitiva para mim.

Falando assim, parece que essa jornada foi marcada somente por pontos altos. Mas, veja bem: a palavra “independência” se desdobra em todos os aspectos da minha vida. Foram 800 vezes que acordei 5h30 da manhã, me arrumei, peguei meu carro, viajei sozinha para lugares desconhecidos e conheci turmas e mais turmas violentas e cheias de problemas sociais. Nesses cinco anos, ouvi muitas histórias difíceis.

E uma das mais difíceis eu ouvi aqui em Joinville mesmo, cidade onde moro. Após uma palestra, uma garota de 16 anos me falou o seguinte:

- Vanessa, eu morava com meu pai. Mas ele era uma má influência para o meu irmão pequeno (8 anos) porque era alcoolatra e cometia furtos. Me mudei para a casa da minha mãe para que meu irmão pudesse ter uma vida melhor. Ele ainda não sabia ler. Entretanto… comecei a ser abusada durante as madrugadas pelo meu padrasto. Não sei o que faço: não sei se volto para a casa do meu pai e exponho meu irmão a ele, ou se continuo na minha mãe onde meu irmão finalmente está aprendendo a ler e aguento os abusos do meu padrasto…

Quando ela me contou isso, choramos juntas. Dei para ela um exemplar de A Menina Distraída e falei:

- Eu quero que tu aceite este presente. Quero que esta história em quadrinhos te lembre todos os dias que tu precisa ser uma guerreira. Lembre-se que estou contigo. Tenha coragem de denunciar, por favor!

Voltei pra casa e chorei muito. Dias se passaram. Semanas. Meses. Se passou um ano, e eu nunca mais encontrei com esta garota.

Pensando nela e em outras pessoas que sofrem dia após dia, em fevereiro de 2017 resolvi fazer a continuação de A Menina Distraída. Estamos arrecadando, com muito suor, dinheiro para a HQ Por Enquanto.

Em março de 2017, quando estava em uma escola qualquer de Joinville palestrando sobre bullying, contei, com muito orgulho, que estou lutando para lançar uma nova história em quadrinhos. Encerrei a palestra e perguntei para a plateia se alguém queria falar alguma coisa. Lá do fundo do auditório levantou uma garota. Ela estava chorando.

Era ela!

A garota pediu o microfone e disse:

- Você, Vanessa, me deu coragem de denunciar aqueles crimes. Denunciei no dia seguinte daquela tua palestra. Meu irmão aprendeu a ler com A Menina Distraída. Obrigada por existir.

Existe melhor sentimento do que a construção coletiva da felicidade? Eu diria que não. Hoje é o dia nacional do combate ao bullying e não existe data melhor para confirmarmos que todos nós somos responsáveis pela paz ao nosso redor!

Vanessa Bencz
Texto de Vanessa Bencz

Apoie o Por Enquanto no Catarse