Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Posts tagged fotografia

Geral / Histórias de Projetos

Quais imagens construíram a sua visão de mundo?

Por Guilherme Cunha, idealizador do projeto Retratistas do Morro

O projeto Retratistas do Morro começou há cerca de três anos, a partir da convivência e pesquisa dos acervos fotográficos dos moradores da comunidade do Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte. O trabalho foi motivado pela intenção de conhecer as memória imagéticas daquela população, pois apesar de não estarem “oficialmente” conectadas à história da capital mineira, essas imagens são parte fundamental do cotidiano das metrópoles brasileiras.

A primeira parte do projeto resultou na publicação “Memórias da Vila – Histórias dos Moradores da Comunidade da Serra”, um dos projetos vencedores do XIII Prêmio FUNARTE Marc Ferrez de Fotografia. Durante a produção desse livro, Continue reading

Dicas de Campanha / Histórias de Projetos

Equipe do Catarse apresenta: os pequenos gigantes

No início da semana divulgamos uma relação de projetos que mais arrecadaram no primeiro ano do Catarse no ar. Apesar dos projetos grandes repercutirem mais, muitos projetos de menor porte foram realizados com ajuda de crowdfundindg. Dos 312 projetos no primeiro ano do Catarse, 207 pediram menos de R$10.000,00. Destes, 112 tiveram sucesso! E no fundo do fundo, a motivação principal da plataforma sempre pendeu mais para essas iniciativas de pequeno e médio porte. A coisa toda não teria sentido se muitos projetos na faixa entre 5 e 10 mil não tivessem passado por aqui.

Continue reading

Histórias de Projetos

Morar, um novo coletivo

 

Pedimos a licença pro pessoal do Garapa deixar a gente postar por aqui esse fantástico texto que eles escreverem lá no site deles. Vale cada linha. Valeu galera!

__

Dois meses depois de divulgar o projeto Morar (entenda aqui) no Catarse.me, uma plataforma de financiamento colaborativo, conseguimos arrecadar não apenas o valor que pedimos inicialmente, mas R$ 905,00 a mais. Tivemos 95 apoiadores, muitos deles desconhecidos até então.
Continue reading