Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Dicas de Campanha

Como criar uma boa descrição para seu projeto

A chave do sucesso de um projeto de crowdfunding é conquistar apoiadores.  Mas como convencer as pessoas de que a sua campanha vale cada centavo investido? Parte dessa resposta está na descrição, uma poderosa arma de divulgação que precisa ser manuseada com carinho para atingir os seus objetivos. Quer saber como? Siga nossas dicas para criar uma descrição matadora!

Antes de começar a escrever

Entenda seu público: o primeiro passo para decidir os caminhos da sua descrição é saber com quem você está falando. Quais são os valores, as referências, a linguagem comum entre você e seus potenciais apoiadores? Esses serão os norteadores da sua descrição e precisarão estar presente em todo o seu projeto.

Encontre a essência da sua ideia: quando nos deparamos com uma página em branco, corremos o risco de nos perder em muitos argumentos e tornar o texto confuso. Antes de escrever, tenha clareza de qual é a mensagem principal que você deve passar.

Defina seus diferenciais: cruzando a essência da sua ideia com os valores do seu público você deve encontrar o que torna o seu projeto único.

Organize as informações que você pretende passar: depois de entender qual é o cerne da sua ideia, é hora de organizar todos os outros pontos importantes do seu projeto de maneira consistente e clara. Lembre-se de começar pelo que é mais importante e criar uma narrativa lógica que conduza cada um desses aspectos.

Ao escrever o texto

Fale a língua do seu público:  uma campanha de crowdfunding é um convite para que as pessoas participem do seu projeto. Ao estabelecer essa conversa com o público é importante que você se expresse de maneira natural e fluida. De gírias e piadas a jargões de um grupo profissional ou termos técnicos, o grande segredo é garantir que a informação chegue da maneira mais direta e cativante até o seu leitor.

Utilize recursos visuais: ilustrações, infográficos, títulos destacados, gifs, fotografias. Todos esses suportes devem ser aliados na hora de criar sua descrição. Recursos visuais tornam a leitura mais agradável, ajudam a organizar o texto e facilitam a compreensão de diversos conceitos. Fazer destaques em palavras com negrito, sublinhado e caixa alta também pode ser positivo.

MAS ATENÇÃO se você resolver usar tudo de uma vez  o texto pode ficar um pouco CONFUSO :( .

Seja transparente: o mantra do financiamento coletivo vale também na hora de escrever a descrição. Um texto organizado e transparente passa credibilidade e diminui as possíveis dúvidas sobre o projeto que afastam os apoiadores. Um orçamento bem apresentado, um cronograma consistente e uma apresentação clara das recompensas aumentam as chances de um projeto ganhar a confiança do público.

Depois de escrever

Revise o texto com a cabeça fresca: depois de chegar a um resultado que te agrada, afaste-se do texto por um tempo antes de revisá-lo. Depois de muito tempo lendo e escrevendo é provável que você deixe passar alguns deslizes gramaticais ou mesmo esteja viciado em alguns conceitos.

Peça opiniões:  selecione algumas pessoas que fazem parte do seu público alvo para ver sua descrição e colha feedbacks. Além de ser um ótimo jeito de enriquecer sua apresentação, é uma forma de engajar prováveis apoiadores antes mesmo da campanha ir ao ar.

Agora mesmo!

Continue lendo e aprofundando seus conhecimentos em financiamento coletivo. Se você quer mais dicas, referências e técnicas para criar sua descrição, baixe o nosso e-book!