Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Assinaturas / Novidades Catarse

Novidades no Assinaturas: Retentativa automática de cobranças em cartão de crédito

Seguindo nosso compromisso em melhorar o sistema recorrente de cobranças do Assinaturas para, não só facilitar o gerenciamento da campanha, como também reduzir a perda de assinantes, vim contar hoje sobre uma novidade que estreou essa semana: a retentativa automática de pagamentos em cartão de crédito. 

Até semana passada, quando uma cobrança em cartão de crédito de um projeto de Assinaturas não era confirmada por algum erro (cartão fora da validade, bloqueio de cartão, não autorização por parte do banco, entre outros), a Assinatura virava automaticamente para o status Inativa e o assinante recebia um email convidando-o a reativá-la.

Agora mudamos esse processo, e estamos fazendo com o cartão um ciclo de cobranças similar ao que aplicamos ao boleto bancário. Ou seja, assim como no boleto temos a “Primeira via”, a “Segunda via” e a “Terceira via” antes de virarmos uma assinatura para inativa, no cartão agora temos a “Primeira tentativa de cobrança”, a “Segunda tentativa de cobrança” e a “Terceira tentativa de cobrança”, antes de virar uma assinatura para o status Inativa.

Funciona assim: quando um pagamento em cartão de crédito é recusado, nós não alteramos o status da Assinatura, e enviamos um email para o assinante avisando da recusa do pagamento, e explicando que iremos fazer uma retentativa de cobrança em 4 dias. Nesse meio tempo, caso o assinante queira ele pode refazer a cobrança ele mesmo, sem precisar esperar os 4 dias. Isso é necessário pois, em muitos casos, é necessário ligar para o banco, resolver o que tem que ser resolvido e já refazer a cobrança; ou até mesmo refazer o pagamento com um cartão diferente.

Assim como no caso do boleto, nós estipulamos um limite de no máximo 3 cobranças seguidas com erro para que uma assinatura vire para inativa. A ideia é que, se após 3 tentativas de cobrança o problema não foi resolvido, é bem provável que o assinante não esteja mais interessado em assinar o projeto.

Desde que iniciamos o esforço de reduzir a perda de assinantes, já conseguimos diminuir a taxa mensal de evasão em mais de 30%, e acreditamos que com essa nova funcionalidade a gente chegue em um patamar estável e que garanta aos realizadores um crescimento cada vez mais sustentável de suas bases de assinantes!

Se tiver alguma dúvida, só falar aqui no comentário ou pelo email contato@catarse.me