Financiamento coletivo no Brasil – Blog do Catarse

Dicas de Campanha / Novidades Catarse

Qual modelo de financiamento coletivo eu devo escolher para minha campanha?

john

Então você já conhece o Catarse Flex e está doido para testar o novo modelo e dar vida à sua ideia? Sensacional! Muita gente já viabilizou projetos incríveis com campanhas muito bem-sucedidas e você tem tudo para estar entre elas.

O Catarse Flex pode parecer ideal para qualquer projeto, mais seguro e simples pelo fato de você receber o quanto arrecadou independentemente da meta. Porém é muito importante ir além da arrecadação e pensar na produção do seu projeto. Criar um projeto é assumir um compromisso público com os seus apoiadores e por isso, a garantia da realização da sua ideia deve vir em primeiro lugar. Pensando assim, o modelo Tudo ou Nada pode ser a alternativa mais segura em muitos casos, já que você só se compromete em realizar o projeto caso atinja a meta da campanha.

Depois do lançamento do Flex, tem muita gente perguntando sobre vantagens e desvantagens de cada um dos modelos. Entendemos que a decisão entre Tudo ou Nada ou Flex não tem a ver apenas com vantagens e desvantagens, mas sim com o tipo do projeto e o investimento necessário para ele acontecer.

Explicamos as diferenças nesse ebook. Mas, para te ajudar, listamos 4 perguntas que você deve se fazer antes de escolher o modelo de financiamento da sua campanha no Catarse:

 

1) Eu vou cumprir o meu objetivo e fazer o meu projeto acontecer, ainda que eu não alcance a meta?

just do it

Essa pergunta é essencial para você definir o modelo de financiamento. Como já mencionamos, uma campanha de financiamento coletivo é um compromisso público com a realização de uma ideia. Ainda que o seu objetivo seja alcançar a meta, é preciso levar em consideração a hipótese de arrecadar menos e ainda assim ter que honrar a confiança de seus apoiadores e tirar a ideia do papel.

Tente pensar sobre como o projeto será realizado se você alcançar apenas 50% da meta ou 10% desse valor. O projeto tem condições de acontecer do mesmo jeito? Se a resposta é sim, vai com tudo para o Flex. Caso você não tenha certeza disso, recomendamos que você pense com mais carinho sobre um projeto Tudo ou Nada.

 

2) Existe um valor mínimo que eu preciso arrecadar, sem o qual o projeto não irá para a frente?

Pensar bem e planejar de maneira consciente a sua meta de arrecadação é essencial para o projeto, tanto no Tudo ou Nada ou no Flex. Já houve campanhas do modelo Flex em que encerram sem o mínimo suficiente para dar início ao projeto, bem como projetos Tudo ou Nada que ao final da campanha ainda estavam longe da meta, mas tinham arrecadado uma quantia que faria toda a diferença para a execução da ideia. Por isso, planeje bem a meta do financiamento coletivo.

Você gostaria de ter R$10 mil  para o seu projeto, mas você precisa de, no mínimo, R$ 2 mil para realizá-lo com qualidade? É melhor pensar em uma meta de R$ 2 mil no Tudo Ou Nada e trabalhar com metas estendidas, a arriscar captar R$10.000,00 em um projeto Flex.

Se você tem dúvidas sobre como construir o orçamento, recomendamos que você acompanhe as dicas da Lu Masini. E se precisar de inspiração, lembre-se do Mogli:

Mogli e Balu dançando

 

3) Eu conseguirei entregar as recompensas que estou oferecendo aos apoiadores?

recompensa

As recompensas não são obrigatórias para um projeto, mas podem alavancar sua arrecadação. Se você decidir oferecer recompensas em um projeto você deve levar em consideração possíveis custos de produção e entrega. Para projetos Flex, recomendamos que você trabalhe com recompensas simbólicas, agradecimentos e entregas digitais. Se você planejar oferecer recompensas vinculadas à realização do projeto, recompensas que envolvem custos de produção e envio é importante garantir os recursos para que a entrega aconteça no prazo determinado por você. Confira nossas dicas para entrega de recompensas!

 

4) Para quando eu preciso da grana?

giphy

No Catarse é necessário estipular um limite de tempo para a campanha de financiamento coletivo.  No Tudo ou Nada um projeto pode aceitar contribuições em um prazo de 1 a 60 dias. No Flex a arrecadação pode durar até 365 dias.

Seu projeto já vai acontecer de qualquer forma e você não tem uma data limite para receber o $$$ em mãos? Uma arrecadação que dure mais de 60 dias pode ser uma opção.

Mas atenção! Mais tempo de campanha nem sempre significa uma maior arrecadação, muitas vezes pode ser exatamente o contrário. Em geral, financiamento coletivo tem dois picos de doações: no lançamento da campanha e nos últimos dias. Falamos melhor sobre o tema nesse outro artigo.

E em ambos o modelo o repasse da contribuição será feito em até 10 dias úteis após o fim da campanha.

-

atendimento

Se depois de pensar em todas essas perguntas você ainda estiver com dúvidas sobre qual modelo escolher, baixe o nosso eBook abaixo e inicie sua jornada de aprendizado do Catarse!