Bug-A-Salt

Crowdfunding é um troço muito doido mesmo. Esqueça raquetes elétricas, ou espalmadeiras para matar mosquitos.

Agora imagina um indivíduo incomodado com irritantes moscas, mosquitos e etc. Agora imagina que ele quer adicionar uma dose lúdica ao ato de aniquilar os pobres coitados dos insetinhos.

Continua aqui lendo e pensa assim: esse sujeito pede 15 mil dólares no Indiegogo para uma primeira pré-venda, humilde, de uma espécie de escopeta de brinquedo, tipo aquelas de jato d'água, que dispara particulas de sal (isso mesmo, sal) e torna o ato de exterminar insetinhos num grande bangue bangue regado a tiros de ahhh... sal.

10

Pois é. O cara pediu os tais 15 mil. Só que o projeto já arrecadou mais de 480 mil dólares. Milhares e milhares de matadores de mosquinhas espalhados pelo mundo em breve. Lembramos aqui de uma info importante: nunca deixe armas ao alcance de crianças. Sal no olho deve arder pra caramba. Legal dessa história toda é ver como vivemos em uma sociedade extremamente dividida em nichos, e, acima de tudo, como coisas tão loucas quanto uma espingarda amarela estilo brinquedo-eu-sou-o-bad-boy-matador-de-insetos pode se transformar num projeto bem sucedido em uma plataforma crowd. Me leva a crer que o que as pessoas querem mesmo é se divertir, ou se sentirem reagindo violentamente a algo... sei lá.

 

 

Dá uma sacada no vídeo do projeto...

Rodrigo Machado
Cofundador e CEO do Catarse. Gosta de falar através de imagens e ouvir bons livros. Não sobrevive sem doses periódicas de água do mar.

Talvez você se interesse...

No items found.

Junte-se à conversa

Bug-A-Salt

Crowdfunding é um troço muito doido mesmo. Esqueça raquetes elétricas, ou espalmadeiras para matar mosquitos.

Agora imagina um indivíduo incomodado com irritantes moscas, mosquitos e etc. Agora imagina que ele quer adicionar uma dose lúdica ao ato de aniquilar os pobres coitados dos insetinhos.

Continua aqui lendo e pensa assim: esse sujeito pede 15 mil dólares no Indiegogo para uma primeira pré-venda, humilde, de uma espécie de escopeta de brinquedo, tipo aquelas de jato d'água, que dispara particulas de sal (isso mesmo, sal) e torna o ato de exterminar insetinhos num grande bangue bangue regado a tiros de ahhh... sal.

10

Pois é. O cara pediu os tais 15 mil. Só que o projeto já arrecadou mais de 480 mil dólares. Milhares e milhares de matadores de mosquinhas espalhados pelo mundo em breve. Lembramos aqui de uma info importante: nunca deixe armas ao alcance de crianças. Sal no olho deve arder pra caramba. Legal dessa história toda é ver como vivemos em uma sociedade extremamente dividida em nichos, e, acima de tudo, como coisas tão loucas quanto uma espingarda amarela estilo brinquedo-eu-sou-o-bad-boy-matador-de-insetos pode se transformar num projeto bem sucedido em uma plataforma crowd. Me leva a crer que o que as pessoas querem mesmo é se divertir, ou se sentirem reagindo violentamente a algo... sei lá.

 

 

Dá uma sacada no vídeo do projeto...

Sobre quem falamos nessa história

No items found.

Sobre quem falamos nessa história

No items found.
10 anos de histórias
Conheça outras histórias >
No items found.

Quer fazer parte
dos próximos 10 anos
do Catarse?

Comece seu projeto