Os bastidores do novo logo do Catarse

Por Elaine Rodrigues

Desde sua concepção, o Catarse está num constante processo de evolução para lapidar a plataforma e permitir que realizadores tirem ideias do papel e apoiadores contribuam com os projetos em que acreditam. Para além das melhorias no código aberto, dos novos recursos e funcionalidades e a chegada de pessoas com diferentes experiências à equipe, a transformação gradual e progressiva também deveria chegar naquilo que mais representa e sintetiza a imagem do que é o Catarse: o logotipo.

O logotipo do Catarse já teve algumas versões e em todas o mesmo conceito prevaleceu:a evolução e propagação de um movimento através de semelhantes, representando o fluxo do financiamento coletivo na concretização de uma ideia.

O novo design não poderia abandonar esse grande princípio que nos serve de norte. Pelo contrário, o refinamento no logotipo foi feito exatamente com o objetivo de evidenciar a importância desse propósito.

As mudanças mais evidentes são no redesenho do símbolo, na nova paleta de cores e no posicionamento do símbolo em relação a tipografia. Além disso, foram criadas as versões verticais e positiva/negativa.

A primeira parte do redesign ficou concentrada na reelaboração do símbolo, buscando uma forma final mais coerente, forte e limpa. Foram feitos retoques em alguns elementos da estrutura  dele como a correção do desenho que se formava da contraforma (1), a padronização da forma, tamanho e posição daquilo que chamamos de "unidade mínima do símbolo" (os 6 elementos que compõe o símbolo) (2) e a paleta de cor (3). E foi pensando exatamente nesses aspectos que as melhorias foram feitas.

(1)

(2)

(3)

A etapa inicial da reelaboração do símbolo foi o redesenho das suas "unidades mínimas" de maneira que elas juntas pudessem dar uma lógica na composição final, gerar uma contraforma mais harmônica e que pudessem reproduzir uma forma em que todas essas unidades estivessem integradas.

Além disso, a tipografia usada no logo recebeu uma correção, o símbolo foi para o lado direito e houve uma alteração da proporção e da relação do símbolo, colocado mais acima da linha da base da tipografia. Essa mudança faz parte da ideia de evidenciar o conceito "catártico" e adicionar outros mais abstratos como liberdade, leveza, inovação e desregramento. O detalhe é que a posição do símbolo no lado direito já tinha sido usado em uma das antigas versões do logo.

As novas cores foram escolhidas sob os critérios de ser uma alternativa mais coerente mas, ao mesmo tempo, não poderia ser uma ruptura completa com a antiga paleta. Assim, foram conservadas as principais cores: o rosa, o laranja e o verde, que possuíam uma força já estabelecida dentro do site do Catarse. Com base nelas, pensamos nas possibilidades de aprimorar essas cores e de encontrar outras três que se integrassem a elas. E foi assim que se chegou a essas cores no símbolo. O cinza da tipografia foi mantido e foram admitidas ainda mais 2 cores para servir de base para estabilizar toda a intensidade das 6 cores.

Com todos os elementos corrigidos, finalmente a versão horizontal do logo ganha a sua roupagem nova. Com isso, surgiram também as versões verticais e a possibilidade de aplicação somente do símbolo. E para completar os itens básicos a qualquer logotipo, foram criadas as versões positivas e negativas.

 

E tudo isso é só o começo! Ao longo de 2013, muitas novidades ainda virão para deixar o Catarse ainda mais colorido, bonito e charmoso! Afinal, temos que manter o nosso título de plataforma mais charmosa do Brasil!
Colaborador
Este texto foi escrito por um colaborador do Catarse! Quer ser um colaborador? Mande um email para [email protected] com a sua sugestão de pauta. ;)

Talvez você se interesse...

Junte-se à conversa