Misto Frio: explore a revista que está repleta de experimentos narrativos

Você sabia que neste mês de maio comemoramos um marco muitas vezes esquecido? Em 17 de maio de 1890 foi lançada, em Londres, a Comic Cuts, a primeira revista semanal a apresentar histórias em quadrinhos.

Pois é, essa publicação, com seu conteúdo satírico-humorístico, alcançou uma tiragem impressionante de 300 mil exemplares, superando até mesmo os grandes jornais da época. E para celebrar esse marco na história dos quadrinhos, descubra mais sobre o que está por trás de uma HQ e conheça a revista Misto Frio!

O que está por trás de uma HQ

As histórias em quadrinhos, ou HQs como são conhecidas, são uma forma incrível de contar histórias usando uma combinação de palavras e imagens. Essa união entre texto e arte visual cria uma experiência de leitura única e envolvente.

Embora possa parecer simples à primeira vista, uma HQ envolve muito muita técnica para quem a produz, por exemplo os autores, roteiristas, ilustradores, editores. Cada elemento, desde a disposição dos quadros até os detalhes das expressões dos personagens, é cuidadosamente planejado para transmitir emoção, movimento e criar uma atmosfera cativante.

Além disso, a forma como os quadros são organizados em uma página influencia diretamente na nossa percepção de leitura e da história. Os ângulos de visão escolhidos pelos artistas dão profundidade e dinamismo às cenas, enquanto os balões de fala e as legendas nos guiam através do enredo, nos permitindo acompanhar os diálogos e pensamentos dos personagens. Isso sem contar o uso de cores e sombras para acrescentar profundidade e intensidade visual às páginas das HQs.

Misto Frio: revista repleta de experimentos narrativos 

Engana-se quem pensa que os quadrinhos se limitam a ilustrar histórias fictícias. Um exemplo disso é a Misto Frio, uma revista repleta de experimentos narrativos que usam a linguagem dos quadrinhos como espinha dorsal criada pela editora Mistifório.

Atualmente, a Misto Frio está com campanha na reta final aqui no Catarse e prepara uma revista que visa sair do convencional. Em sua primeira edição, a revista promete uma abordagem única ao apresentar informações técnicas sobre livros de forma quadrinificada. Além disso, uma entrevista incrível, também em quadrinhos, com a historiadora especialista nos manuscritos do Mar Morto, demonologista, Tupá Guerra.

Agora, visualiza isso: uma história em quadrinhos que debate direitos autorais através da técnica de colagem. Imaginou? Isso é apenas uma das surpresas que a Misto Frio reserva para seus apoiadores, juntamente com contos, poesia, uma propaganda sinistra, uma história que reflete a dialética do pastel e outra em que a protagonista é a morte.

Dá até vontade de apoiar uma revista assim, né? Pois saiba que você tem só até dia 31/05, e é garantido que em cada página haverá a junção do poder da arte visual, conhecimento técnico, conteúdo rico, que te proporcionará uma experiência única, crítica e potente.

Gostou? Compartilhe com os amigos que adoram HQs ou que gostam de apoiar projetos incríveis como este!

Leia também: A representação do inevitável: morte e luto na literatura

Lorena Camilo
Mestra em Estudos Literários, editora, redatora e aficionada por arte e cultura pop.

Talvez você se interesse...

Junte-se à conversa

Misto Frio: explore a revista que está repleta de experimentos narrativos

Você sabia que neste mês de maio comemoramos um marco muitas vezes esquecido? Em 17 de maio de 1890 foi lançada, em Londres, a Comic Cuts, a primeira revista semanal a apresentar histórias em quadrinhos.

Pois é, essa publicação, com seu conteúdo satírico-humorístico, alcançou uma tiragem impressionante de 300 mil exemplares, superando até mesmo os grandes jornais da época. E para celebrar esse marco na história dos quadrinhos, descubra mais sobre o que está por trás de uma HQ e conheça a revista Misto Frio!

O que está por trás de uma HQ

As histórias em quadrinhos, ou HQs como são conhecidas, são uma forma incrível de contar histórias usando uma combinação de palavras e imagens. Essa união entre texto e arte visual cria uma experiência de leitura única e envolvente.

Embora possa parecer simples à primeira vista, uma HQ envolve muito muita técnica para quem a produz, por exemplo os autores, roteiristas, ilustradores, editores. Cada elemento, desde a disposição dos quadros até os detalhes das expressões dos personagens, é cuidadosamente planejado para transmitir emoção, movimento e criar uma atmosfera cativante.

Além disso, a forma como os quadros são organizados em uma página influencia diretamente na nossa percepção de leitura e da história. Os ângulos de visão escolhidos pelos artistas dão profundidade e dinamismo às cenas, enquanto os balões de fala e as legendas nos guiam através do enredo, nos permitindo acompanhar os diálogos e pensamentos dos personagens. Isso sem contar o uso de cores e sombras para acrescentar profundidade e intensidade visual às páginas das HQs.

Misto Frio: revista repleta de experimentos narrativos 

Engana-se quem pensa que os quadrinhos se limitam a ilustrar histórias fictícias. Um exemplo disso é a Misto Frio, uma revista repleta de experimentos narrativos que usam a linguagem dos quadrinhos como espinha dorsal criada pela editora Mistifório.

Atualmente, a Misto Frio está com campanha na reta final aqui no Catarse e prepara uma revista que visa sair do convencional. Em sua primeira edição, a revista promete uma abordagem única ao apresentar informações técnicas sobre livros de forma quadrinificada. Além disso, uma entrevista incrível, também em quadrinhos, com a historiadora especialista nos manuscritos do Mar Morto, demonologista, Tupá Guerra.

Agora, visualiza isso: uma história em quadrinhos que debate direitos autorais através da técnica de colagem. Imaginou? Isso é apenas uma das surpresas que a Misto Frio reserva para seus apoiadores, juntamente com contos, poesia, uma propaganda sinistra, uma história que reflete a dialética do pastel e outra em que a protagonista é a morte.

Dá até vontade de apoiar uma revista assim, né? Pois saiba que você tem só até dia 31/05, e é garantido que em cada página haverá a junção do poder da arte visual, conhecimento técnico, conteúdo rico, que te proporcionará uma experiência única, crítica e potente.

Gostou? Compartilhe com os amigos que adoram HQs ou que gostam de apoiar projetos incríveis como este!

Leia também: A representação do inevitável: morte e luto na literatura

Sobre quem falamos nessa história

No items found.

Sobre quem falamos nessa história

No items found.

Traga seu projeto criativo ao mundo!

Comece seu projeto